O que você precisa saber sobre o exame toxicológico de larga janela de detecção

Home/Sem categoria/O que você precisa saber sobre o exame toxicológico de larga janela de detecção

O que você precisa saber sobre o exame toxicológico de larga janela de detecção

O exame toxicológico de larga janela de detecção passou a ser exigência para motoristas que pretendem obter, alterar ou renovar CNH nas categorias C, D e E desde março de 2016 e apesar de algumas especulações, a Lei está vigente.

O exame é chamado de larga janela de detecção pois detecta o uso de drogas em um período que pode variar entre 90 e 180 dias antes da coleta.

O exame toxicológico só pode ser realizado em laboratórios devidamente credenciados pelo Departamento Nacional de Trânsito (DENATRAN).

Ele é realizado a partir da coleta de uma pequena amostra de cabelos ou pelos.

Em síntese, o cabelo é coletado com o auxílio de uma tesoura.

Portanto, corta-se uma fina mecha de cabelo próximo à raiz ou então, raspa-se pelos de uma parte do corpo (peito, pernas, braços, axilas).

Visto que é um procedimento livre da utilização de agulhas, o exame toxicológico é indolor e não invasivo.

 

Coleta

A etapa de coleta é muito simples e totalmente indolor.

O uso de produtos como gel, shampoo, condicionador ou tintura não influenciam o resultado do teste.

O cabelo pode estar:

  • tingido;
  • alisado;
  • com permanente;
  • com gel.

Entretanto, para garantir que a coleta de cabelo seja realizada com sucesso, é necessária atenção ao cabelo:

  • que não pode estar molhado ou úmido;
  • precisa estar com, pelo menos, 4 cm de comprimento;

O exame toxicológico detecta que tipo de substância?

O exame detecta as seguintes substâncias:

Drogas analisadas no exame toxicológico

Drogas recreacionais (substâncias ilícitas):

  • Maconha e derivados;
  • Cocaína e derivados (Crack, Merla e outros);
  • Anfetaminas (rebites);
  • Metanfetaminas, MDMA e MDA (Ecstasy).

Inibidores de apetite:

  • Anfepramona;
  • Mazindol;

Analgésicos à base de opiáceos e substâncias derivadas:

  • Codeína;
  • Morfina;
  • Heroína; entre outros.